Audi e-bike: a nova bicicleta do séc.XXI

A Audi apresentou no Wörthersee Tour de 2012 o seu protótipo de bicicleta elétrica em fibra de carbono com rede Wi-Fi.

A bicicleta Audi conhecida como e-bike é tudo menos uma bicicleta convencional. Foi desenhada pela marca alemã para divertimento, desporto e truques/manobras. A e-bike apresentada em Wörthersee «combina as principais linhas da marca Audi e explora os limites do que é tecnicamente viável em termos de design, construção, rede Wi-Fi e mobilidade eléctrica», adianta a Audi em comunicado.

Esta bicicleta é futurista: para amanhã e depois. Todos os seus componentes, mesmo os pedais, foram moldados pelos designers da Audi. Por exemplo, as rodas de 26 polegadas feitos de CFRP, pesam apenas 600 gramas cada.

 

Veja o vídeo que se segue…

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=T2zpU7StU3Q

 

A roda traseira é acionada por uma corrente. O motor elétrico está localizado no ponto mais baixo da armação e impulsiona o eixo do suporte inferior diretamente. A roda traseira tem um binário de 250 Nm. O motor elétrico é de 2,3 kW.

Excluindo a bateria, a bicicleta pesa apenas 21 kg, o equivalente a uma relação potência-peso de 9 kg por quilowatt.

A bateria de lítio pesa cerca de 5 kg operando a uma tensão de 48 V. A capacidade é de 530 Wh e pode ser totalmente carregada a partir de uma fonte de V 230 em duas horas e meia.

No total, existem cinco modos de funcionamento: o «puro» em que o utilizador impulsiona a bicicleta por meio dos pedais. No «Pedelec» a pessoa é assistida pelo motor elétrico e pode atingir a velocidade máxima de 80km/h. No «eGrip» a bicicleta pode ser usada com o motor elétrico à potência necessária, neste caso a velocidades até 50 km/h. O utilizador controla a potência de saída do motor elétrico a um manípulo e pode configurá-lo no computador de bordo.No «Wheelie», o fluxo de alimentação é controlado eletronicamente, a fim de auxiliar o ciclista.

Existem mais modos de funcionamento alternativos disponíveis que podem ser selecionados pelo smartphone ou diretamente para a e-bike: o «Power Wheelie» ou «Wheelie». Neste último, o equilíbrio do ciclista é mantido eletronicamente: como o seu peso é deslocado para a frente ou para trás, isso é contrabalançado por uma travagem ou aceleração do motor elétrico.

A altura do assento pode ser continuamente ajustada mesmo quando a bicicleta está a ser usada. Tem LEDs que são utilizadas para uma iluminação potente: a luz frontal está integrada no volante e a luz traseira no assento.

O computador de bordo é operado através de um ecrã tátil. Entre as funções que ele oferece estão: a seleção de modo, gravação das sequências de truques/manobras e de ajuste das várias funções da e-bike, tais como assistência elétrica para pedalar e iluminação.

O display mostra a velocidade da estrada, a distância percorrida, o estado de carga da bateria, o consumo de energia e o ângulo de inclinação, em qualquer momento.

O ciclista comunica por WLAN com o computador da bicicleta. A antena é integrada na linha de travão da frente. Para montar a bicicleta, o imobilizador é desativado no smartphone.

Além disso, por meio da interface entre o computador da bicicleta e o smartphone, podem ser transmitidas para a internet ou para o treinador, as imagens de vídeo gravadas durante o percurso.

FONTE: http://www.agenciafinanceira.iol.pt/media-e-tecnologia/audi-e-bike-bicicletas-agencia-financeira/1349826-2974.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s