PMs do Rio farão ronda de bicicleta nos pontos turísticos da cidade

RIO DE JANEIRO (O REPÓRTER) – Vinte policiais militares do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) encararam ontem a íngreme subida entre a Estrada das Paineiras, no Cosme Velho, e o Alto Corcovado para testar sua capacidade física. O desafio representou o rito de conclusão do 1º Curso de Ciclopatrulhamento, que capacitou os soldados para atuar sobre duas rodas nos principais pontos turísticos da cidade. A primeira turma será dividida entre a praia de Copacabana, o Aterro do Flamengo, o Centro histórico e a Lapa.

Após o percurso de 2,5 quilômetros, os policiais receberam seus diplomas e miniaturas da estátua do Cristo Redentor das mãos do comandante do BPTur, tenente-coronel Joseli Cândido da Silva. Além de oficializar o viés sustentável do policiamento comunitário, por utilizar energia limpa, o ciclopatrulhamento contribuirá para a saúde dos agentes.

"É fundamental que eles tenham boas condições físicas para atender bem a população e, consequentemente, levar a boa imagem da PM não só para o Rio, mas para o Brasil e o mundo", disse Cândido.

O comandante acrescentou que outras turmas de ciclopatrulhamento estão previstas para começar ainda este ano.

"Nossa meta é equipar todas as áreas turísticas da cidade com policiais em bicicletas. Estamos estudando a melhor forma para que o uso desse equipamento não seja temporário, mas definitivo e eficiente", afirmou o comandante do BPTur.

Parte teórica inclui aulas de Direitos Humanos

Além de um treinamento específico de ciclopatrulhamento, os 20 policiais participaram de 48 horas de aulas teóricas, que incluíram orientações sobre polícia de proximidade e Direitos Humanos.

Primeiro colocado da turma, o soldado Thiago da Rosa Garcia acredita que as bicicletas possibilitarão a maior integração entre os PMs e a população.

"A viatura limita um pouco essa aproximação", disse Thiago.

Orgulhosa de fazer parte do primeiro time da modalidade, a soldado Verônica Martins disse que superou muitos desafios durante o curso.

"O curso é bastante puxado, e a subida até o Cristo exigiu muito esforço físico. Mas não há nada melhor que ter um bom desempenho e atender bem a sociedade e o turista", disse Verônica.

 

FONTE: http://www.oreporter.com/PMs-do-Rio-farao-ronda-de-bicicleta-nos-pontos-turisticos-da-cidade,8201898970.htm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s