As bicicletas abandonadas de Nova York

Em Nova York, a cada quarteirão há pelo menos uma bicicleta abandonada. Geralmente acorrentadas num poste, elas estão ali há meses, às vezes há anos, e costumam não ter uma roda, guidão ou selim – peças fáceis de serem roubadas. O estado de conservação é precário: a corrente está enferrujada, o quadro, retorcido.

A maioria não queria ter um objeto desses na calçada de casa. Para uns, no entanto, essas bicicletas já viraram uma espécie de instalação artística a céu aberto. É normal se perguntar se o dono perdeu a chave do cadeado, ou esqueceu a senha, ou nem se lembra mais que tem uma bicicleta perdida pela cidade. Essa curiosidade foi motivo para o repórter Alex Goldmark, da rádioWNYC, solicitar a seus ouvintes fotos dessas bicicletas abandonadas. Ele, que esperava receber 50 imagens, viu sua caixa de email entupir com mais de 500 sugestões.

Alex se empolgou tanto com o resultado que decidiu expor as melhores fotos num espaço no centro de Manhattan, uma exibição que contou com a curadoria da Transportation Nation, rádio parceira da WNYC. “Foi uma forma de a audiência entregar alguns minutos da própria imaginação e também descobrir contos reais das bicicletas abandonadas, escritos pelos próprios ex-donos – sim, algumas pessoas assumiram o feito. Meros transeuntes, que criaram um vínculo com o objeto de tanto passar pelo local, também mandaram fotos.

Alex se aprofundou no assunto e descobriu que existe um departamento público específico para cuidar da remoção dessas bikes, mas que só toma essa atitude se realmente considerar a bicicleta “lixo”. Para um cidadão comum reportar o abandono de uma bike, ele deve ligar para 311 e se pendurar no telefone em torno de 14 minutos, até esperar que todo o processo de identificação seja concluído. Ou ele pode simplesmente admirar uma bicicleta velha amarrada no poste como se ela fosse uma obra de arte.

O vídeo a seguir é sobre a exposição que rolou em setembro. Clique aqui para acessar uma galeria de fotos de bicicletas abandonadas.

     

 

FONTE: http://gooutside.uol.com.br/1842

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s