Acidente alerta para condução correta de bicicleta motorizada

 

Elas estão cada vez mais inseridas no trânsito de Bauru, no entanto, o município nem possui uma lei para adequar esse tipo de transporte. As bicicletas elétricas ou motorizadas (com motor à gasolina) são vistas em diversos pontos da cidade, mas a população ainda não se deu conta de que ela é um veículo como outro qualquer e pode até ser comparada a uma motocicleta.

Na noite de anteontem, por volta das 19h29, duas adolescentes que estavam a bordo de uma bicicleta motorizada se acidentaram em uma colisão com um automóvel no Núcleo Fortunato Rocha Lima em Bauru.

Conforme apurado junto ao boletim de ocorrência (BO), a condutora do Ford Fiesta de placas CQK 8790 de Bauru, Evelyn Ribeiro Gomes da Silva, 18 anos, transitava pela rua Juvenal Bastos, via preferencial de direção, quando foi surpreendida pelas vítimas de 13 e 14 anos, que seguiam com uma bicicleta motorizada pela rua Samuel Casali.

Ainda de acordo com o relato do BO, as adolescentes teriam desrespeitado a sinalização existente nesse cruzamento e colidiram com o Fiesta. As garotas caíram, ficaram levemente feridas e foram levadas até o Pronto-Socorro Central (PSC), onde receberam atendimento médico, passaram por exames e foram liberadas.

O transporte

O acidente envolvendo as adolescentes alerta para a condução dessas bicicletas, que oferecem riscos aos seus condutores tanto quanto uma bicicleta comum, ou até mesmo uma motocicleta.

O empresário Edenílson Rogério Veríssimo, que além de ser dono de uma loja de bikes tradicionais também é usuário do transporte, explica que um modelo elétrico pode chegar à velocidade de 30 quilômetros por hora.

“É preciso ter muito cuidado e usar todos os equipamentos de segurança. Uma bicicleta elétrica pode chegar a 30 quilômetros por hora. Ela tem um motor de torque e, quanto mais pedaladas, acelera. Na descida, a velocidade é maior”, alerta Edenílson. Ele conseguiu montar sua bicicleta motorizada comprando um kit de R$ 2,5 mil. Em Bauru, esse transporte começou a chegar em 2009.

Fiscalização

Mas quais são as regras para conduzir uma bicicleta como essa? O 1º tenente José Sérgio de Souza, comandante do Pelotão de Trânsito da Polícia Militar (PM) de Bauru, explica que a resolução 315 do ano de 2009 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamenta a bicicleta com motor, equiparando-a ao ciclomotor.

“Ou seja, tem que ter habilitação para motocicleta, que é a “A” (só moto) ou “AB” (moto e carro), ou ainda a Autorização para Conduzir Cliclomotor (ACC). Tem que ser maior de 18 anos e usar todos os equipamentos de segurança. No entanto, para que isso funcione é preciso que o município tenha uma lei, mas não tem”, disse Souza.

Segundo o comandante do Pelotão de Trânsito, o movimento das bicicletas motorizadas ou elétricas está cada vez maior em Bauru, o que preocupa a PM. “No momento podemos apenas orientar”. A assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Bauru confirmou que o município ainda não possui lei que trata sobre a condução desses veículos.

 

FONTE: http://www.jcnet.com.br/Bairros/2012/12/acidente-alerta-para-conducao-correta-de-bicicleta-motorizada.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s